Seja bem vindo a nova loja da Star Fountain Pen!

A Parker “51” Special

No início da década dos 50 a Parker, que tinha na 51 seu carro chefe e que dominava o mercado de canetas de alta qualidade (e que eram evidentemente caras), sentiu que precisava ter uma boa alternativa para concorrer no mercado das canetas de preço médio. A Parker 51 standard com tampa de aço. a mais barata da série, era vendida por 13.50 dólares e as com tampas de ouro por 60 dólares. A 21 era um sucesso e dominava o mercado nas canetas de até 5 dólares. Assim, o desafio era desenvolver uma caneta que possibilitasse uma exploração racional do excelente mercado de canetas de preço médio.

A primeira idéia que surgiu foi aproveitar o design da 51 e usando materiais mais baratos, fazer uma caneta alternativa. Surgia daí a 51 Special, lançada no mercado em maio de 1950 por 10 dólares. 
As maiores diferenças são: a tampa de aço polido com a jóia em plástico preto, a pena de octânio e o mecanismo de enchimento, copiados da Parker 21. 

1 - As Cores da “51” Special

Inicialmente foi fabricada em quatro cores: preta, vinho, cinza esverdeado e azul real. Em 1954 (especulação nossa) lançou a quinta cor: a verde escuro (Forest Green), que é mais rara que as outras cores. 
Na foto a seguir são mostradas as cinco cores em que essas canetas foram fabricadas: 

Da esquerda para a direita: 

  • Verde Escuro - Forest Green
  • Vinho - Burgundy
  • Preta – Black
  • Cinza Esverdeado – Navy Grey
  •  Azul Real – Teal Blue

A Parker também fabricou nessas mesmas cores, o modelo demi-size e respectiva lapiseira.

2 – O Mecanismo de Enchimento

Como já dito o mecanismo de enchimento foi copiado da Parker 21 e na sua guarda metálica está gravado: - Parker “51” Special – To fill press ribbed bar four times. Wipe front end, pen point down, with soft tissue. Use dry writing Superchrome ink. The Parker Pen Company – Made in USA. 

Em 1958 (especulação nossa) estes dizeres foram modificados para: Parker “51” Special – To fill press ribbed bar four times. Wipe front end, pen pointo down, with soft tissue. Use Parker ink. The Parker Pen Company – Made in USA. 

Nas demi-size não aparece neste mecanismo a palavra Special. 

A seguir uma foto deste mecanismo: 

3 – A Tampa da “51” Special

A tampa é de aço polido onde na borda está escrito: Parker – Made in USA. O clipe já é o clipe curto também de aço e no topo da tampa a jóia de plástico preta. Depois de 1957 a Special não foi mais comercializada com este nome, e sim, como Standard. Entretanto, a guarda metálica do mecanismo de enchimento continuou a contar como a palavra Special.
No começo dos anos 1960 a tampa de aço polido foi substituida por por uma outra também de aço, chamada de Lustraloy Deluxe, continuando a contar com a jóia preta no topo da tampa e a pena de octânio.  
Nos meados dos anos 1060 a tampa foi novamente trocada por uma de aço fosco com uma jóia de madrepérola no topo da tampa. A pena de octânio foi substituida por pena de ouro 14 quilates, mas a guarda metálica continuou com a gravação Special.  

A seguir uma foto da tampa Lustraloy Deluxe.

4 – A Pena da “51” Special

A pena de octânio foi copiada da Parker 21, mas foi modificada. Enquanto nas Parker 21 tipo 1 (Standard) as penas de octânio eram quase planas porque a sua seção era larga, na 51 Special ela foi projetada tubularmente como nas 51 Standard. Essas penas foram usadas a partir de 1955 nas Super 21 e nas 41. Esta liga de octânio é composta de 8 elementos, sendo 40% Cobalto, 20% Crômio, 15% Níquel, 15% Ferro, 7% Molibidênio, 2% manganês e o restante 1% de Berílio e Carbono. 
Uma foto desta pena é mostrada a seguir, onde nela está gravado: Parker – Octanium – USA. 

5 – Conclusão 

A Parker “51” Special que veio para complementar a linha de produtos da Parker, teve muito sucesso porque as pesquisas levadas a efeito mostravam que 10 dólares era o preço máximo que muitas pessoas podiam pagar para ter uma boa caneta, com a qualidade Parker. 

Star Fountain Pen - abril de 2005
Todas as canetas fotografadas fazem parte da coleção de Humberto Sanches
Fotos por: Silvério Sanches III - filho querido que ainda é amador comofotógrafo, mas melhorando dia após dia
Texto por Humberto Sanches
Artigo editado em 17 de abril de 2005, dia em que o Clube Atlético Paranaense se sagrou Campeão Paranaense de Futebol de 2005. Apesar de torcedores do Paraná Clube, parabenizamos o CAP, pela conquista.